quarta-feira, 28 de setembro de 2011

A PRECE DE EUSÉBIO




Senhor da Vida, 
Abençoa-nos o propósito De penetrar o caminho da Luz!...
Somos Teus filhos, Ainda escravos de círculos restritos, 
Mas a sede do Infinito 
Dilacera-nos os véus do ser. 
Herdeiros da imortalidade, 
Buscamos-Te as fontes eternas 
Esperando, confiantes, em Tua misericórdia. 
De nós mesmos, Senhor, nada podemos. 
Sem Ti, somos frondes decepadas 
Que o fogo da experiência 
Tortura ou transforma... 
Unidos, no entanto, ao Teu Amor, 
Somos continuadores gloriosos 
De Tua Criação interminável. 
Somos alguns milhares 
Neste campo terrestre; 
E, antes de tudo, 
Louvamos-Te a grandeza 
Que não nos oprime a pequenez... 
Dilata-nos a percepção diante da vida, 
Abre-nos os olhos 
Enevoados pelo sono da ilusão 
Para que divisemos 
Tua glória sem fim!... 
Desperta-nos docemente o ouvido, 
A fim de percebermos o cântico 
De tua sublime eternidade. 
Abençoa as sementes de sabedoria 
Que os teus mensageiros esparziram 
No campo de nossas almas; 
Fecunda-nos o solo interior, 
Para que os divinos germens não pereçam. 
Sabemos, Pai, 
Que o suor do trabalho 
E a lágrima da redenção
Constituem adubo generoso 
A floração de nossas sementeiras; 
Todavia, Sem Tua bênção, 
O suor enlanguesce 
E a lágrima desespera... 
Sem Tua mão compassiva, 
Os vermes das paixões 
E as tempestades de nossos vícios 
Podem arruinar-nos a lavoura incipiente. 
Acorda-nos, Senhor da Vida, 
Para a luz das oportunidades presentes; 
Para que os atritos da luta não as inutilizem, 
Guia-nos os pés para o supremo bem; 
Reveste-nos o coração 
Com a Tua serenidade paternal, 
Robustecendo-nos a resistência! 
Poderoso Senhor, 
Ampara-nos a fragilidade, 
Corrige-nos os erros, 
Esclarece-nos a ignorância, 
Acolhe-nos em Teu amoroso regaço. 
Cumpram-se, Pai Amado, 
Os Teus desígnios soberanos, 
Agora e sempre. 
Assim seja.
(Do livro "No Mundo Maior", cap. 1, André Luiz, FCXavier)
créditos

Nenhum comentário:

Postar um comentário