quinta-feira, 5 de abril de 2012

O Poder



O Poder



Não deplores a função ou tarefa humilde,

na qual te encontras edificando o futuro.


Todas as realizações, por mais grandiosas,

não dispensam a participação das aparentes

e pequenas contribuições que, em última análise,

são-lhes fundamentais.


A melhor engrenagem pode desarticular-se

quando alui modesto parafuso.


A maquinaria mais sofisticada

estrutura-se com o mineral transformado,

antes sem outra serventia.


Todas as tarefas que promovem a vida

são de relevante significado.


Não é a função que dignifica o homem,

mas este quem a enobrece.


Realiza, desse modo, o teu dever,

com a consciência de que ele é de suma importância

no concerto geral da vida.



Divaldo Pereira Franco / Joanna de Ângelis (espírito)


Clique aqui para ler mais: http://www.forumespirita.net/fe/meditacao-diaria/o-poder-41545/#ixzz1rAidKd00

Nenhum comentário:

Postar um comentário