domingo, 15 de julho de 2012

Questões 192 a 194 - Transmigrações Progressivas Respostas dos guias espirituais para Allan Kardec no Livro dos Espíritos.





192. Pode alguém, por um proceder impecável na vida atual, transpor todos os graus da escala do aperfeiçoamento e tornar-se Espírito puro, sem passar por outros graus intermédios? 

"Não, pois o que o homem julga perfeito longe está da perfeição. Há qualidades que lhe são desconhecidas e incompreensíveis. Poderá ser tão perfeito quanto o comporte a sua natureza terrena, mas isso não é a perfeição absoluta. Dá-se com o Espírito o que se verifica com a criança que, por mais precoce que seja, tem de passar pela juventude, antes de chegar à idade da madureza; e também com o enfermo que, para recobrar a saúde, tem que passar pela convalescença. Demais, ao Espírito cumpre progredir em ciência e em moral. Se somente se adiantou num sentido, importa se adiante no outro, para atingir o extremo superior da escala. Contudo, quanto mais o homem se adiantar na sua vida atual, tanto menos longas e penosas lhe serão as provas que se seguirem." 

192a. Pode ao menos o homem, na vida presente, preparar com segurança, para si, uma existência futura menos prenhe de amarguras? 

"Sem dúvida. Pode reduzir a extensão e as dificuldades do caminho. Só o descuidoso permanece sempre no mesmo ponto." 

193. Pode um homem, nas suas novas existências, descer mais baixo do que esteja na atual? 

"Com relação à posição social, sim; como Espírito, não." 

194. É possível que, em nova encarnação, a alma de um homem de bem anime o corpo de um celerado? 

"Não, visto que não pode degenerar." 

194a. A alma de um homem perverso pode tornar-se a de um homem de bem? 

"Sim, se se arrependeu. Isso constitui então uma recompensa." 

Comentário de Allan KardecA marcha dos Espíritos é progressiva, jamais retrograda. Eles se elevam gradualmente na hierarquia e não descem da categoria a que ascenderam. Em suas diferentes existências corporais, podem descer como homens, não como Espíritos. Assim, a alma de um potentado da Terra pode mais tarde animar o mais humilde obreiro e viceversa, por isso que, entre os homens, as categorias estão freqüentemente, na razão inversa da elevação das qualidades morais. Herodes era rei e Jesus, carpinteiro. 

KARDEC, Allan. O Livro dos Espíritos. 76.ed. Rio de Janeiro, RJ: FEB, 1995. 

* * * Estude Kardec * * *

Nenhum comentário:

Postar um comentário