quarta-feira, 29 de agosto de 2012

DOENÇAS PSICOSSOMÁTICAS: UMA VISÃO HOLÍSTICA[1]



DOENÇAS PSICOSSOMÁTICAS: UMA VISÃO HOLÍSTICA[1]
Marcos Paterra[i]

     Ao abordar as doenças psicossomáticas é imprescindível falarmos de “Fenômenos Psicossomáticos” que são uma  série de manifestações, alterações funcionais e enfermidades de origem orgânica, na sua grande maioria, provocadas pelas características psicológicas do indivíduo e por influências derivadas do ambiente que o rodeia. .
    Os “Fenômenos Psicossomáticos” vem da palavra  psicossoma, que vem do grego: psikê – alma + soma – corpo.
     Fisiologicamente nota-se durante os estados de excitação, medo, raiva etc., produz-se de forma imediata uma modificação nas constantes vitais: a pressão sanguínea se eleva, o ritmo respiratório se acelera e produzem-se secreções, como a transpiração e a descarga de adrenalina. Tal preparação fisiológica para situações constitui uma resposta transitória, que atua até que as circunstâncias externas ameaçadoras tenham deixado de existir.
     Entretanto, se o estado biopsíquico perdura a ponto de se tornar habitual, os mecanismos neuro-hormonais se alteram e exercem sobre órgãos e tecidos uma pressão superior à que se requer para seu funcionamento normal, ocasionando assim as doenças psicossomáticas.
     Doenças psicossomáticas são divididas em três grupos que podem agir isolados ou adjacentes:
  1.  Sintomas como: Dores de estomago, dores de cabeça, tonturas, cólicas, provocadas por Stress, cansaço, nervoso ou mesmo alegria, portanto a causa é emocional, como exemplo uma dor no peito por uma pessoa se emocionar, porem não tem causa coronária ou pulmonar.
  2. Dores ocasionadas pelos estados emocionais produzem males físicos, ou abaixam a defesa do organismo até ocasionar doenças, a exemplo temos a ulcera estomacal.
  3. Quando existe um mal físico e tem seu grau de dor elevado ou sua dimensão ampliada devido aos estados emocionais, a exemplo podemos citar a hérnias ou tumores.
No século XX várias teorias tentaram compreender e explicar os fenômenos psicossomáticos, a maioria fundamentada nos ditos de Sigmund Freud eferentes ao “Ego”, “Super-Ego” e o “Id”[2] ,  o próprio Freud defendia a ideia que a medicina deveria aliar-se às perspectivas envolvidas  no psíquico onde propunha uma ótica  etnocêntrica no tratamento das enfermidades.
Antoine Béchamp[3] (1816-1908) través do microscópio de campo escuro[4], revela que no sangue existem “Microzimas”[5] nas células vegetais e animais, que não desapareciam e mantinham vivas mesmo após a morte da planta ou do animal. Esses grânulos eram a fonte da fermentação, e que os microrganismos originavam desses grânulos; anos mais tarde  essas “Microzimas” foram pesquisadas  por  Gunther Enderlein [6](1872-1968)   descobrindo que o   adoecimento humano está direta ou indiretamente relacionado aos distúrbios dos Endobiontes (nome dado ás Microzimas) .
Enderlein descobriu o  Pleomorfismo[7] dos microrganismos formando uma teoria  a qual sustenta que sob condições precisamente definidas, um determinado microrganismo pode manifestar as várias formas de seu estágio de desenvolvimento. Desde a forma coloidal até estágios de alto desenvolvimento como bactérias e fungos.
Dr. Roberto Giraldo[8], revela que os glóbulos brancos paralisam quando estamos com humor alterado e provoca também mudança na acidez do sangue podendo formar “fibroses” ocasionando enfermidades devido a inercia das defesas do organismo, formando assim fenômenos psicossomáticos.
 Sr. Masaru Emoto[9], executou experiências com a água, submetendo-a ao pensamento humano.  Os experimentos de Emoto consistem em expor água a diferentes palavras ou música, e então congelá-la e examinar a aparência do cristal de água sob um microscópio; contrariando a sabedoria dominante na ciência, a água respondeu a essas expressões. As águas com mensagens positivas formaram belos cristais, a com mensagens negativas, os cristais ficaram deformados.
Nossos corpos 70% a 90% são água, na humanidade, toda a forma de vida, é composta de água.
Bill Tiller chefe do departamento de Ciências dos Materiais em Stanford, elaborando experiências para verificar se as intenções humanas podem afetar os sistemas físicos, construiu um DERI[10]; que foi colocado em um local, e ao seu redor foram colocados quatro médiuns. Eles entraram em estado de meditação profunda, concentrando suas energias para a água; o objetivo é influenciar um experimento-alvo, especifico: aumentar ou diminuir, o pH da água .
 Os testes foram feitos por quatro meses, usando “caixas” diferentes a cada mês.
Resultado: O pH da água mudou em todas as tentativas, a probabilidade das mudanças terem ocorrido naturalmente era de menos 1 para 1000.
 Tiler afirma que se o pH do seu corpo mudar em uma unidade, você morre. [11]
A capacidade do pensamento em atrair para si ou projetar para outros, coisas boas ou ruins tem o nome de Psicosfera que vem do grego psyché + sphaîra e quer dizer: Campo de radiação do perispírito[12], que se exterioriza em redor do próprio organismo físico.
O pensamento é energia que constrói imagens que se consolidam em torno de nós. Impressas no perispírito elas formam um campo de representações de nossas ideias, construímos, portanto em torno de nós uma atmosfera psíquica (psicosfera) onde estão representados os nossos desejos. Neste cenário, estarão todos os personagens que nos aprisionam o pensamento pelo amor ou pelo ódio, pela indiferença ou pela proteção, etc. Medos, mágoas não resolvidas, ideias fixas, desejo de vingança, objetos de sedução, tudo se estrutura na psicosfera que alimentamos, tornando-nos prisioneiros dos nossos fantasmas.
“O ser humano é um conjunto harmônico de energias, constituído de Espírito e matéria, mente e perispírito, emoção e corpo físico, que interagem em fluxo contínuo uns sobre os outros. Qualquer ocorrência em um deles reflete no seu correspondente, gerando, quando for uma ação perturbadora, distúrbios, que se transformam em doenças, e que, para serem retificadas, exigem renovação e reequilíbrio do fulcro onde se originaram. Desse modo, são muitos os efeitos perniciosos no corpo causados pelos pensamentos em desalinho, pelas emoções desgovernadas, pela mente pessimista e inquieta na aparelhagem celular.”[13]
Os pensamentos influenciam tanto o nosso corpo como o corpo de outros, entendemos assim a ação de obsessores que atraídos por nossas ideias intensificam a força mental favorecendo surgimento dos fenômenos psicossomáticos tanto em suas vitimas quanto a aqueles a quem se deseja o mal.
 “Pensamentos, emoções e sentimentos harmoniosos contribuem para manutenção do equilíbrio e saúde física, mental e espiritual do ser humano. O contrário gera profundas disfunções e distonias causadoras de desequilíbrios, doenças e enfermidades, reversíveis ou irreversíveis, podendo contribuir significativamente para a instalação de um processo auto ou heteroobsessivo.[...]”[14]
O espiritismo esclarece nossa condição de espíritos eternos, não como crenças, mas sim como fatos inquestionáveis perante as observações que o mundo nos presenteia, e que, portanto evoluiremos intelectual e moralmente, aprendendo a reavaliar nossos conceitos, amenizando assim os fenômenos psicossomáticos.




Artigo publicado na RIE em Agosto de 2012



Marcos Paterra (João Pessoa/PB)
é articulista e membro do movimento espírita paraibano,
colaborador de diversos sites e jornais espíritas






[1] Tema apresentado no VII CONTRAME – “Encontro das Associações Medico-Espíritas do Norte/Nordeste – II Jornada Medico Espírita Paraibana – I Encontro Acadêmico de Saúde e Espiritualidade .
[2] Sistemas funcionais da personalidade: “O superego trabalha pelo princípio da moralidade. [...] é o sistema de normas legais introjetadas, que exige do ego cumprimento incondicional e procura alcançar uma aproximação maior possível do ego, do ego ideal. Em oposição ao superego, o ego trabalha pelo princípio da realidade e, o id pelo princípio do prazer” (DORCH, F. et al. Dicionário de Psicologia. Petrópolis, R.J.: Vozes, 2001, p. 585.)
[3] Antoine Béchamp, primeiro cientista a admitir e descrever a Ciclogenia Bacteriana..
[4] Microscópio de campo escuro, único a permitir a observação do sangue vivo; o fundo é escuro e as bordas das células do sangue parecem brilhantes.
[5] Antoine Béchamp ao examinar  diversos tipos de  sangue identificou minúsculos grânulos (granulationes moléculaires) que chamou de "microenzimas.
[6] Gunther Enderlein escreveu mais de 500 artigos científicos e tornou-se curador do Museu Zoológico de Berlin.
[7] Pleomorfismo: Formas celulares variadas de uma mesma espécie
[8]  Dr. Roberto Giraldo Médico infecto-imunologista e psicossomaticista integral, com formação pelas universidades de Antioquia (Colômbia), Kansas e Cornell (EUA) e Londres. Psicanalista, autor de vários livros.
[9] Masaru Emoto,  fotógrafo e autor do livro “Mensagens das Aguas”.
[10] Trata-se de uma caixa simples com uns diodos, um oscilador, uma memória programável, alguns resistores e capacitores.
[11]  Trecho do livro “Quem Somos Nós” de William Arntz. Cap. ”O Domínio da Mente Sobre a Matéria” Tradução: Doralice Lima. Ed.Pretígio.Rio de Janeiro.2005
[12]  Em “O Livro dos Médiuns" Perispírito tem os seguintes conceitos: Item 3 – cap. I – 1ª parte: diz Kardec que, além do corpo (ou envoltório material) o Espírito encarnado tem um segundo envoltório semi-material que o une ao primeiro.  Afirma que o perispírito constitui para o Espírito um envoltório fluídico vaporoso, mas que apesar de ser invisível a nossos olhos, não deixa de possuir certas propriedades ditas materiais, Ainda no item 75 – cap. IV – desta segunda parte, o perispírito é definido como um "fluido condensado" e que se prende ao corpo quando encarnado, mas pertence ao Espírito quando liberto.
[13] FRANCO, Divaldo Pereira. Autodescobrimento. Cap. Doenças Psicossomáticas. Ed. LEAL. Rio de Janeiro. 2000.
[14]ANDRÉA, Jorge. Contexto Espiritual nos Processos Mediúnicos e Obsessivos p. 36 in jornal “A REENCARNAÇÃO” - Nº 425 p.34/37.  Ed FERGS. Porto Alegre/RS


[i][i] Agradecimentos: Euripedes Küll (Médium psicógrafo, escritor. palestrante e articulista espírita), que contribuiu para este trabalho.

de

http://www.redeamigoespirita.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário