sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Na Seara


Na Seara

Livro: Seara de Luz
Irmão José & Carlos A. Baccelli




Na seara espírita onde foste chamado a servir, não critiques os companheiros, mesmo quando estejais a sós com alguém de tua inteira confiança.

Evita fomentar conversações inúteis, promotoras da desunião e da desconfiança.

Se te encontras imbuído do propósito de auxiliar, não apontes erros nos outros.

Não te esqueças que cada um deve colher os frutos de sua própria experiência e não queiras substituí-los no aprendizado que se lhes faz necessário.

Recordando a ti mesmo o quanto já te equivocaste, exercita a paciência e a compreensão para com aqueles que não te escutam os alvitres.

Valorizas os companheiros, destacando-lhes o esforço e a boa vontade nas tarefas que desempenham, sem exigir deles a perfeição que também não podes oferecer.

Não permitas que os assuntos levianos se alastrem no grupo a que pertences, minando-lhes as bases com a infiltração da intriga, que acaba por derrubar as mais sólidas construções de fraternidade.

Quando não tenhas o que conversar, relativamente às tarefas em pauta, antes que o tema descambe para a maledicência, provoque o diálogo em torno de uma das lições da Doutrina, canalizando as tuas idéias para o que seja proveitoso.

Educar a palavra é educar a alma em profundidade.

Se foste chamado a dirigir um grupo de amigos vinculados ao Espiritismo, reflete na responsabilidade de que te encontras transitoriamente investido e procura mantê-los unidos através do teu exemplo.

Não cultives preferências por este ou aquele.

Divide a tua atenção e o teu carinho, por igual, com todos eles.

Aprende a ouvir, para que saibas falar.

Lembra-te de que um dos maiores problemas que Jesus enfrentou, para nos ensinar o seu Evangelho, foi o do relacionamento entre os irmãos que lhe constituíam o colégio apostólico.

Não alimentes aversão por quem pensa diferente de teus pensamentos.

“Quem não é por nós, é contra nós; e quem conosco não ajunta, espalha.” Não te arvores em juiz de quem quer que seja.

Os Espíritos Superiores que ditaram a Doutrina a Allan Kardec agitam quase que em completo anonimato, assinando as mais belas páginas apenas como “Um Espírito Familiar”, “Espírito Amigo”, “Guia Protetor”, “João”, “Lázaro”, “Cáritas”, “Simeão”...

Afastemos o personalismo de nossas cogitações.

Não queiramos ser o que sabemos que não somos.

Impessoalizemo-nos.

Quando não possas concordar com a orientação doutrinária deste ou daquele grupo, que acredita estar no caminho certo, ou quando ainda não consigas entender o posicionamento deste ou daquele companheiro de ideal, que defende firmemente o seu ponto de vista, silencia e espera.

De tua parte, sê sempre aberto ao diálogo, fugindo ao extremismo das idéias.

Se assim o fizeres, certamente errarás menos e colaborarás de forma mais eficiente na construção do Reino de Deus sobre a face da Terra. 





Clique aqui para ler mais: http://www.forumespirita.net/fe/meditacao-diaria/na-seara/#ixzz22VSBirMt

Nenhum comentário:

Postar um comentário