sábado, 22 de setembro de 2012

Meditação e Prece


ila_rendered

Meditação e Prece



O homem comum vive para gozar, usufruir, beneficiar-se no imediatismo da existência corporal.

O homem espiritual produz para o futuro, transformando as tendências do prazer imediatista em emoções salutares que armazena para os gozos transcendentais.

Desse modo, o primeiro come, dorme e fala muito, negando-se à meditação para crescer e iluminar-se.

O segundo, porque medita, come, dorme, e fala pouco, ponderando sobre os valores existenciais que lhe são de relevante significado para o processo da evolução.

Grande número de pessoas afirma que a meditação não lhe é uma experiência desconhecida.

Acreditam, desse modo, essas pessoas, que, cigarro na mão, olhar fixo num "ponto morto", entregam-se à meditação, quando, vinculadas a sentimentos mais grosseiros, apenas estão divagando.

Algumas outras, embriagando-se com os alcoólicos, detêm a mente na fixação de ideias perturbadoras e supõem meditar, quando somente fogem, sucumbindo ao peso da razão obnubilada.


A meditação exige disciplina mental, esforço constante e treinamento, mediante os quais exerce comando sobre as ideias desordenadas que desbordam dos arquivos da memória e assaltam a consciência, quando esta se detém a reflexionar.


O homem tem necessidade urgente de meditar para saber agir e entregar-se aos objetivos superiores que a vida lhes destina.

A meditação abre espaço para a convivência com a prece, que lhe é irmã gêmea.


A meditação aclara o raciocínio.
A prece ilumina-o.

A meditação acalma.
A prece dulcifica.

A meditação fortalece.
A prece sustenta.

A meditação liberta.
A prece conduz.

A meditação realiza.
A prece purifica.

A meditação dilata os valores que dormem no ser.
A prece canaliza-os para as realizações edificantes.

A meditação eleva às regiões sublimes de onde procede o Espírito.
A prece imanta-o às matrizes da sua origem e para cujo lar retornará.

A meditação dá vida.
A prece é combustível para a sua sustentação.


A meditação e a prece são instrumentos ao alcance de todos aqueles que empreendem a viagem de conscientização da sua realidade imortal.


Reserva-te o hábito da meditação e apóia-te no recurso da prece.
Ants de tomares decisões, medita, e antes de agires, ora.
A meditação te equacionará todas as dificuldades e a prece te concederá lucidez para a atitude correta.


Jesus, a cada passo, buscava o silêncio da Natureza, durante o Seu ministério, para meditar, logo entregando-Se à prece, de cujo concurso retornava à convivência dos homens, a fim de conduzi-los, sofrê-los e amá-los sem desfalecimento até o fim.





Joanna de Ângelis & Divaldo P. Franco
Livro: Momentos de Esperança


Clique aqui para ler mais: http://www.forumespirita.net/fe/meditacao-diaria/meditacao-e-prece/#ixzz27DrfvprZ

Nenhum comentário:

Postar um comentário