terça-feira, 13 de novembro de 2012

Ama Sempre



Encontrarás talvez, junto de ti, os que te pareçam errados. 

Esse cometeu falta determinada, aquele se acomodou numa situação considerada infeliz. 

Respeita o tribunal que lhes indicou tratamento, sem recusar-lhes auxílio. Quem conhecerá todas as circunstâncias para sentenciar, em definitivo, quanto às atitudes de alguém, analisando efeitos sem penetrar as causas profundas? 

Deliciava-se certa jovem com o perfume das rosas que lhe vinham desabrochar na janela. Orgulhosa das ramas que escalavam paredes, de modo a ofertar-lhe as flores, quis corrigir o jardim, no pedaço de chão em que a planta se levantava. Pequeno monte de terra adubada, a destacar-se de nível, foi violentamente arrancado, mas justamente aí palpitava o coração da roseira. 

Decepada a raiz, morreram as flores. Quantas criaturas estarão resignadas à moradia em situações categorizadas por lodo, para que as rosas da alegria e da segurança possam brilhar nas janelas de nossa vida? 

Aceita os outros tais quais são. 

Espera e serve. 

Abençoa e ama sempre. 

O errado hoje, em muitos casos, será o certo amanhã. 

O julgamento é dos homens, mas a Justiça é de Deus.

XAVIER, Francisco Cândido. Amizade. Pelo Espírito Meimei. IDEAL. 

* * * Estude Kardec * * *

Nenhum comentário:

Postar um comentário