quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Autonomia dos Sentimentos



Autonomia dos Sentimentos


As quatro principais vivências que conduzem a autonomia de sentimentos são:




- a auto-estima,

- a resistência emocional,


- saber o que se quer,


- escutar os sentimentos.




A pior conseqüência da falta de autonomia dos sentimentos é medir o valor pessoal pela avaliação que as pessoas fazem de nós. Por medo de rejeição, em muitas situações, agimos contra os sentimentos apenas para agradar e sentir-se incluído, aceito. Neste caso, a aprovação alheia passa a ser mais importante do que a própria aprovação interior.



 
*Quem se ama, escuta os seus sentimentos e aprende a discernir o que quer da vida, a sua intenção-básica de existir, pois quem não sabe o que quer não toma decisões afinadas com seu íntimo e tampouco vive em paz. Quanto mais consciência se tem de suas reais intenções, mais a criatura visualiza seu futuro, sustenta seus ideais, melhora a relação consigo, alcança o clima de serenidade, dilata a sua responsabilidade e sintoniza-se com seu planejamento reencarnatório.



 
*Quem se ama, imuniza-se contra as mágoas, guarda serenidade perante acusações, desapega-se da exterioridade como condição para o bem-estar, foca as soluções e valores, cultiva indulgência com o semelhante, tem prazer de viver e colabora espontaneamente com o bem de todos e de tudo.



 
*Quem se ama, aprende o sentido impermanente e transitório da vida e se desprende de tudo aquilo que possa lhe aprisionar e impedir sua evolução.



 
*Quem se ama, dispensa a imponência das máscaras e é feliz por ser quem é.
Brilhe a vossa luz!







Ermance Dufaux


Clique aqui para ler mais: http://www.forumespirita.net/fe/meditacao-diaria/autonomia/#ixzz2IFdSutWV

Nenhum comentário:

Postar um comentário