terça-feira, 8 de janeiro de 2013

O NÁUFRAGO


 
Um rico habitante de Atenas navegava com outros passageiros, quando veio uma forte tempestade.
 
As ondas tornaram-se gigantes e a embarcação começou a mostrar-se muito instável.
 
Violentas rajadas de vento estufavam as velas e batiam contra a estrutura de madeira da nau.
 
O barco aguentou por mais alguns instantes, até que virou repentinamente, atirando os passageiros ao mar.
 
Enquanto todos os seus companheiros lutavam contra as ondas, procurando se manter vivos, o ateniense não parava de invocar a deusa Atena, prometendo-lhe uma oferenda atrás da outra, se ela o salvasse.
 
Então, um dos náufragos, que nadava ao seu lado, disse-lhe:
 
Convoca Atena, mas também conta com teus próprios braços...
 
* * *
 
A lição é simples: contar também com nossos próprios braços...
 
Deus, através de Seus incansáveis trabalhadores, atua incessantemente na Terra, em favor de nossas vidas.
 
Recebemos proteção, inspiração, consolo aos nossos corações nos momentos difíceis, mas precisamos lembrar que o Criador também atua no mundo através dos homens e de suas forças.
 
Assim, recebemos as orientações invisíveis, mas elas precisam das nossas ações para se tornarem reais.
 
Através da oração, dessa elevação de pensamentos em busca de Deus, pedimos auxílio, amparo nas dificuldades que a vida nos apresenta. Mas não podemos esquecer que temos que fazer a nossa parte, com nosso próprio esforço.
 
Num naufrágio da vida, quando pedimos para sermos salvos, a ajuda Divina virá na forma de ânimo, coragem, alento à nossa alma, força aos nossos braços, que utilizarão dessas injeções de energia para nadar sem parar e, enfim, chegar a algum lugar seguro.
 
O esforço precisa ser nosso para que possamos crescer. Para que vençamos as dificuldades e nos tornemos, cada dia, mais fortes.
 
Lembremos da lição do Amigo e Mestre Jesus, dizendo que aquele que perseverar até o fim será salvo, mostrando-nos que a felicidade, a paz, estarão nas consequências de nossa perseverança, na luta contínua por nos tornarmos homens de bem.
 
Conte sempre com a presença Divina em sua vida, na imagem de um Pai amoroso que faz o possível para ver Seu filho feliz, realizado.
 
Mas também enxergue esse Pai como um sábio, que tem plena consciência de que Seu rebento necessita crescer por si próprio, empregando suas forças íntimas nas conquistas que deseja alcançar.
 
* * *
 
Não se desespere. Compreenda que todo sofrimento tem um propósito bom em seu viver.
 
É ele que nos faz rever nossos atos do passado, rever nossa maneira de agir, de pensar.
 
Não desanime. Os momentos de angústia parecem não ter fim, mas eles passam. Eles passam.
 
Após as grandes tempestades, sempre aparece o céu azul. Tenha certeza disso.
 
Redação do Momento Espírita, com base em fábula de Esopo.
 
Em 5.1.2013
 
* * *
 
 
 
 
Com esta mensagem eletrônica
seguem muitas vibrações de paz e amor
para você

---------
Portal A ERA DO ESPÍRITOhttp://www.aeradoespirito.net/

Planeta ELIO'S (Temas Espíritas)http://emollo.blogspot.com.br/

Planeta ELIO'S (Poemas)http://planetaelios.blogspot.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário