terça-feira, 24 de junho de 2014

A Vida: Duas Vidas




Vida: Duas Vidas





A vida são duas vidas.
A sua vida interior é a responsável
pelos reflexos no seu comportamento exterior.
O que você anele e cultive na mente se tornará impulso
e necessidade que se manifestarão em busca intérmina.





Assim, tente abandonar o ego,
porém sem pressão nem amargura, e sim mediante
a reflexão em torno daquilo que lhe é realmente importante,
pois que de imediato se apresentará na face exterior da sua vida
como a harmonia desejada.




O equilíbrio do seu pensamento,
fazendo-o tagarelar menos e meditar mais,
facultar-lhe-á um bom trânsito entre a vida interior e a exterior.
Quando você conseguir vencer no íntimo as paixões dissolventes,
externamente você irradiará bem-estar,
porque todo aquele que conhece a verdade corrige os excessos,
e não se preocupa com os resultados imediatos.




Aquele que apenas exibe a verdade, inquieto quão infeliz,
fomenta e vive a balbúrdia,
incapaz de beneficiar-se com a realidade.
vida interior saudável vincula o homem
ao mundo transcendente; enquanto a exterior,
com as suas sensações, liga-o ao mundo físico.




Viva interiormente na luz, e o exterior
se manifestará em tranquilidade, sem qualquer tormento.

 



Divaldo Pereira Franco / Eros (espírito)


Clique aqui para ler mais: http://www.forumespirita.net/fe/meditacao-diaria/a-vida-duas-vidas/#ixzz35Z1xbj5B

Se Você Voltar

Se Você Voltar

Um dia, vocês estão bem.
De repente, você muda de ideia.
Vai embora.
Só pra você saber.
Ela ia se casar com você.
Hoje, ela está bem.
De repente, você liga,
e diz:
“Não fiz tudo o que poderia ter feito.
Quero voltar.”
Se um dia, você voltar,
pelo bem dela,
aprenda algumas coisas.
Faça mais do que ela espera.
Levante e faça o café.
Dê um sorriso,
e não se esqueça, cafuné.
Se um dia, você voltar,
seja sincero.
Não traga as mesmas histórias.
Jogue fora as roupas velhas.
Cante músicas novas.
Encha o pulmão.
Dance sem razão.
Apaixone-se,
além da racionalidade.
Se um dia, você voltar,
seja atencioso.
Uma vez ou outra,
leve o café na cama.
Sussurre no escuro:
“O que você sempre quis fazer,
mas ainda não teve oportunidade?”
Se um dia, você voltar,
seja presente.
Uma vez ou outra,
compre flores e deixe um cartão:
“Eu não posso deixar de te amar, nem por um segundo.”
Seja educado.
Não levante a voz.
O grito da manhã,
é o silêncio na noite.
Se um dia, você voltar,
não seja tão egoísta.
Faça um gesto inesperado.
Desmarque o futebol.
Leve-a pra jantar.
Quando ela se arrumar,
segure a mão dela.
Tenha aquela sensação no peito.
É ela.
Escute a sua respiração.
Você precisa dizer:
“Eu amo você.”
Ponto final.
Ah, antes,
aquele vestido não é para outras mulheres.
É pra você.
Se um dia, você voltar,
seja fiel.
Onde começa a mentira,
termina a confiança.
O amor é uma escolha.
Não um sacrifício.
Se um dia, você voltar,
entregue seu coração.
Somente assim,
você poderá guia-lá pela mão.
Se um dia, você voltar,
faça um voto silencioso,
de protegê-la do mundo.
Se um dia, você voltar,
decida quem você quer ser.
Um eterno jogador,
ou o amor?
Se um dia, você voltar,
seja responsável.
Algumas palavras usadas,
não podem ser retiradas.
Então, não se esqueça, das palavras que falou.
Das promessas que quebrou.
Se um dia, você voltar,
tenha intimidade.
E isso não é apenas puxar o cabelo,
e prender na cama.
Procure abraçar, apenas, para aquecer.
Cuide dela,
e ela cuida de você.
Não vire para o lado.
Procure palavras.
A conversa e o sexo,
andam de mãos dadas.
Se um dia, você voltar,
o futuro estará ao seu lado.
O passado, por favor,
deixe de lado.
Se um dia, você voltar,
coloque o amor,
em primeiro lugar.
Irão lhe chamar de louco.
Se você desistir,
que bom,
não era amor.

Música Tristan Prettyman - I Was Going To Marry You
Texto: Ique Carvalho
http://www.thebrocode.com.br/artigo-238-se-voce-voltar/

"A maior caridade que podemos fazer pela Doutrina Espírita é a sua divulgação." Chico Xavier - Emmanuel



Leia mais lindas mensagens acessando o Site Mensagem Espíritahttp://www.mensagemespirita.com.br/mensagem-em-audio/133/se-voce-voltar

segunda-feira, 23 de junho de 2014

BOM ÂNIMO


Nova publicação em Centro Espírita Amor e Caridade Santarritense

BOM ÂNIMO

by ceacgallo
babo
Hoje experimentas maior soma de aflições. Observaste a grande mole dos sofredores: mães desnutridas apertando contra o seio sem vitalidade filhos misérrimos, desfalecidos, quase mortos; mutilados que exibiam as deformidades à indiferença dos passantes na via pública; aleijões que se ultrajavam a si mesmos ante o desprezo a que se entregavam nos "pontos" de mendicância em que se demoram; ébrios contumazes promovendo desordens lamentáveis; enfermos de vária classificação desfilando as misérias visíveis num festival de dor; jovens perturbados pela resolução dos novos conceitos e vigentes padrões éticos; órfãos...
Pareceu-te mais tristonha a paisagem humana, e consideras mentalmente os dramas íntimos que vergastam o homem, na atual conjuntura social, moral e evolutiva do planeta.
Examinas as próprias dificuldades, e um crepúsculo de sombras lentamente envolve o sol das tuas alegrias e esperanças. Não te desalentes, porém.
O corpo é oportunidade iluminativa mesmo para aqueles que te parecem esquecidos e que supões descendo os degraus da infelicidade na direção do próprio aniquilamento.
Nascer e morrer são acidentes biológicos sob o comando de sábias leis que transcendem à compreensão comum.
Há, no entanto, acompanhando todos os caminhantes da forma carnal, amorosos Benfeitores interessados na libertação deles. Não os vendo, os teus olhos se enganam na apreciação; não os ouvindo, a tua acústica somente registra lamentos; não os sentindo, as parcas percepções de que dispões não anotam suas mãos quais asas de caridade a envolvê-los e sustentá-los.
*
Perdido em meandros o rio silencioso e perseverante se destina ao mar.
Agitada e submissa nas mãos do oleiro a argila alcança o vaso precioso.
Sofrido o espírito nas malhas da lei redentora atinge a paz.
Ante a sombra espessa da noite não esqueças o Sol fulgurante mais além.
E aspirando o sutil aroma de preciosa flor não olvides a lama que lhe sustenta as raízes...
Viver no corpo é também resgatar.
O espírito eterno, evoluindo nas etapas sucessivas da vestimenta carnal, se despe e se reveste dos tecidos orgânicos para aprender e sublimar.
Numa jornada prepara o sentimento, noutra aprimora a emoção, noutra mais aperfeiçoa a inteligência...
Nascer ou renascer simplesmente não basta.
O labor, interrompido, pois, prosseguirá agora ou depois.
Não cultives, portanto, o pessimismo, nem te abatam as dores.
Cada um se encontra no lugar certo, à hora própria e nas circunstâncias que lhe são melhores para a evolução. Não há ocorrência ocasional ou improvisada na Legislação Divina.
*
Quando retornou curado para agradecer a Jesus da morféia de que fôra libertado, o samaritano que formava o grupo dos dez leprosos, conforme a narração evangélica, fêz-nos precioso legado: o do reconhecimento.
Quando o centurião afirmou ao Senhor que uma simples ordem Sua faria curado o seu servo, ofertou-nos sublime herança: a fé sem limites.
Quando a hemorroíssa, vencendo todos os obstáculos, tocou o Rabi, deixou-nos precioso ensino: a coragem da confiança.
Identificado ao espírito do Cristo, não te deixes consumir pelo desespero ou pela melancolia, sob revolta injustificada ou indiferença cruel. Persevera, antes, no exame da verdade e insiste no ideal de libertação interior, ajudando e prosseguindo, além, porque se hoje a angústia e o sofrimento te maceram, em resgate que não podes transferir, amanhã rutilará no corpo ou depois dele o sol sublime da felicidade em maravilhoso amanhecer de perene paz.
*
"Tem ânimo filho: perdoados são os teus pecados". Mateus: capítulo 9º, versículo 2.
*
"Deus não dá prova superior às fôrças daquele que a pede; só permite as que podem ser cumpridas. Se tal não sucede, não é que falte possibilidade: falta a vontade". Evangelho Segundo o Espiritismo - Capítulo 14º - Item 9, parágrafo 9.

FRANCO, Divaldo Pereira. Florações Evangélicas. Pelo Espírito Joanna de Ângelis. LEAL. Capítulo 46.
98033800pia
ceacgallo | 09/05/2014 às 1:01 AM | Categorias: artigos | URL:http://wp.me/p1hFkH-1In